tamanho da letra : imprimir
Rota internacional - Índia

Índia para principiantes

Exótica, mística, colorida e complexa. Não é à toa que o segundo país mais populoso da terra atraia um número crescente de viajantes. Só é preciso estar preparado para aproveitar integralmente esse destino especial

A suntuosidade do Taj Mahal, o atrativo mais conhecido mundo afora

Cores, muitas cores, cheiros e texturas; aglomerados de casas simples feitas com tijolos de barro; vendedores de leite e especiarias ofertando seus produtos aos passantes, barbeiros aparando o bigode de seus clientes no meio da rua – ou dentistas obturando os dentes de seus pacientes, também no meio da rua –, vias sem sinalização, intenso e desorganizado tráfego de carros e buzinas, muitas, de carros, motos, ônibus e tuc tuc (riquixás puxados por lambretas), todas elas soando ao mesmo tempo sem que motoristas ou pedestres manifestem qualquer sinal de impaciência ou descontentamento. Um certo “caos harmônico”. Assim é um minuto de vida na Índia. Assim são dez minutos de vida, duas horas, um dia inteiro e, até que os costumes e tradições indianos mudem radicalmente, assim serão, na Índia, todos os dias da vida de quem, para sempre ou de passagem, queira provar o dia-a-dia dessa que é uma das culturas mais ricas e antigas da humanidade.


a junção de mãos obrigatória para o cumprimento indiano

Com uma história registrada de cerca de cinco mil anos – e evidências arqueológicas de civilização datando de 7000 a.C –, a Índia é depositária de inúmeras referências culturais, gastronômicas, religiosas, musicais e de costumes trazidas pelos distintos povos que habitaram suas terras, pacificamente ou por meio de guerras. Uma das mais importantes heranças de outros povos – embora uma herança pouco honrosa – foi a divisão da sociedade em castas pelo povo ariano, vindo, provavelmente, da Ásia Central perto de 1500 a.C. A princípio, essa separação era apenas ocupacional e a divisão dava-se em quatro grandes grupos (ou castas) de trabalhadores: o primeiro e mais importante grupo era o dos sacerdotes, seguido pelo grupo de dirigentes e guerreiros, depois o de fazendeiros ou comerciantes e, por fim, o grupo de servos e trabalhadores.



A Índia é um destino turístico para pessoas de sentidos aguçados e ânimo forte. Quem espera organização, assepsia, comida light e clima fresco, é melhor escolher outro roteiro. Embora o segundo país mais populoso do mundo – a Índia tem 1,1 bilhão de habitantes e fica atrás apenas da China, que tem 1,3 bilhão – também ofereça todo o conforto, luxo e sofisticação de destinos turísticos mais requintados (veja mais no box), o que mais atrai turistas às cidades indianas é o tal “caos harmônico” brevemente descrito no início dessa reportagem.



As cores estão por todo o lado na Índia, seja nas hortaliças e temperos vendidos pelos ambulantes ou nas típicas vestimentas trajadas nas principais cidades

As mulheres indianas, a maioria de religião hindu, vestem-se com discrição, mas não cobrem o rosto, como as indianas muçulmanas que ocultam a face com véus. No interior do país, porém, as mulheres hindus casadas cobrem o rosto com um fino véu quando estão diante dos homens, principalmente os da família, como sogros, tios e cunhados mais velhos. O hábito é mantido com rigor no povoado em que vivem, mas se, por acaso, essas mulheres visitam um povoado vizinho em que os homens da família não estão presentes, podem retirar o véu da face.



#I2# Informações úteis #I1# Moeda Rupia indiana - R$1 equivale a a 25 rupias indianas; US$1 equivale a 46,32 rupias. (cotação fevereiro 2010). Evite aceitar notas rasgadas, pois bancos e lojas costumam recusá-las. #I1# Idioma O hindi é o idioma oficial, mas o inglês também é bastante difundido, especialmente entre pessoas que lidam com turistas, como lojistas, funcionários de hotéis e guias. #I1# Visto Para entrar no país é necessária a apresentação do passaporte com visto de turista, que tem duração de 6 meses. O visto demora um dia útil para ser emitido a contar da data em que a Embaixada da Índia em Brasília (ou o Consulado Geral da Índia em São Paulo) recebe o pedido. www.indianembassy.org.br


Comentários


Deixe um comentário




O comentário não representa a opinião da revista Host&Travel; a responsabilidade é do autor da mensagem