tamanho da letra : imprimir
Hospitalidade é

Qualificar e valorizar a mão-de-obra turística

O turismo no Estado do Amazonas vem recebendo as atenções devidas por parte do governo Eduardo Braga, especialmente no que tange a capacitação, qualificação e valorização da mão-de-obra turística, bem como dos prestadores de serviços que consideramos linha de frente. Todos esses profissionais estão recebendo cursos específicos em suas áreas de atuação.

No cenário turístico amazonense, destaca-se como compromisso do governo estadual, a oferta de cursos de noções de turismo, como por exemplo: Técnicas de Atender Bem o Cliente, Curso Preparatório de Inglês e Espanhol destinado a qualificar profissionalmente os taxistas e policiais destacados para atuar no atendimento ao turista que visita o nosso estado, bem como, no atendimento turístico em áreas especiais.

Todo esse trabalho está atrelado ao jeito agradável e hospitaleiro do povo amazonense, sem dúvida alguma, deixando o turista alegre, sentindo-se bem e muito à vontade. A questão de receber bem o turista é uma obrigação por parte de quem presta esse tipo de serviço, porém, para o amazonense, isto é um imenso prazer.

O Amazonas é um dos poucos estados do Brasil que, além de oferecer uma recepção agradável, propicia segurança e tranqüilidade. Temos no estado, produtos turísticos bem estruturados, compostos de atrativos que envolvem a natureza e a cultura local, além de acomodações em hotéis de excelente qualidade. Visitar a capital Manaus e os recantos do grande Amazonas, despontando com novos roteiros turísticos, é um privilégio para quem chega aqui.

O estado mantém 98% de suas florestas preservadas, sendo detentor da maior reserva de água potável do planeta e, conseqüentemente, da maior floresta tropical do mundo. Mantém ainda a maior diversidade étnica indígena do Brasil, com um povo alegre e festeiro, recebendo o visitante de braços abertos.

Portanto, visitar o Amazonas é uma experiência muito agradável. É conhecer o exuberante destino verde do Brasil, que empolga e desperta a o interesse internacional em conhecer o último e intocado oásis da natureza na Terra.

Recentemente, pesquisa da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), contratada pelo Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), demonstrou que o Amazonas encontra-se entre os 10 principais destinos escolhidos pelo estrangeiro para visitar no Brasil.

É claro que queremos o Amazonas entre os primeiros colocados, porém não basta somente atender bem, ter bons produtos, mas também é necessário uma logística aérea que permita o acesso do turista com o menor tempo de viagem, o que ainda não é possível.

No entanto, algumas rotas internacionais, como Manaus/Miami/Manaus e Manaus/Panamá/Manaus, já começam a facilitar essa logística, embora ainda tenhamos carência de vôos diretos para a Europa e para a Pan-Amazônia.

Também enfrentamos o problema de logística dentro do próprio país, pois não temos um vôo direto Manaus/Salvador ou Manaus/Fortaleza, o que impede consideravelmente o acesso de quem vem ao Brasil em busca de praia, sol e natureza. Mas acredito que, com o trabalho que o governo estadual em conjunto com o trade turístico e demais parceiros, em pouco tempo iremos conquistar esse espaço.

Afinal, o Amazonas tem por direito receber essa atenção, e o turista merece conhecer esse lugar único no mundo.

Comentários


Deixe um comentário




O comentário não representa a opinião da revista Host&Travel; a responsabilidade é do autor da mensagem