tamanho da letra : imprimir
Estilo & Viagem

No pulmão do mundo, na alma do hóspede

Rodeado pelo cenário da maior floresta tropical do mundo, o Tiwa Amazon proporciona experiências para todos os sentidos

Entrada do ecoresort

Certas paisagens do planeta exercem um fascínio único em viajantes mais exigentes. Na floresta Amazônica, o mais estrangeiro dos destinos brasileiros, não é diferente. Quando o assunto é turismo no distante norte do país, a bagagem volta para casa com mais do que presentinhos indígenas e uma centena de boas imagens exóticas. É uma experiência que conquista os olhos, os ouvidos e a alma.

Trilhas de sobrevivência e ‘caça’ noturna de jacarés, ao som da mais exclusiva orquestra de aves localizada abaixo da linha do Equador e no mesmo ritmo lento do balanço da canoa; banhos com botos rosados que, mais do que seduzir mocinhas à meia- noite, encantam turistas de todo o mundo; e emocionantes rituais indígenas cujos tambores costumam levantar até o mais sisudo dos visitantes.

No entanto, essa aventura amazônica fica ainda mais genuína quando, ao final de cada jornada, cabanas de madeira e tetos de palha esperam para receber os corpos mais cansados. O endereço? A margem direita do rio Negro, a apenas 10 quilômetros de Manaus, no interior da mais cobiçada das florestas tropicais do planeta.


Mergulho com botos cor-de-rosa

Considerado um dos primeiros ecoresorts da região a ter licenças ambientais, como a expedida pelo Instituto de Proteção Ambiental do Estado do Amazonas, o Tiwa Amazonas (www.tiwaamazone.nl/br) oferece instalações charmosas que agradam não só por sua construção em madeira e decoração com artesanato indígena local, mas também por sua localização: todos os 26 bangalôs estão construídos sobre palafitas fincadas em um lago artificial interior.



Apresentação de rituais indígenas também está na programação

A estrutura desse empreendimento ecológico, inaugurado há 7 anos, inclui um amplo lounge coberto por folhas de palmeiras, biblioteca e um restaurante onde são servidos pratos regionais, como a tradicional sopa de piranha. A estadia, comercializada com sistema all inclusive, ainda oferece acesso à internet, piscina e uma exclusiva praia de água doce. Mas lá fora, a Amazônia vibra como sempre e não dá trégua para os sentidos dos aventureiros que passam algumas noites sobre aquele solo. Não é a toa que nenhum dos quartos do hotel contam com televisão ou telefone. O entorno possui um variado cenário natural digno daqueles vistos apenas em documentários produzidos pelos grandes canais televisivos dedicados à aventura. Pensando nisso, o Tiwa Amazonas oferece uma lista de excursões com experiências que só a maior floresta tropical do mundo seria capaz de oferecer.



Bangalôs instalados em 28 palafitas, seguindo a arquitetura local

Mais tarde, um barco toca o pequeno píer de madeira e leva turistas pelas águas da região, em direção a atrações mais distantes como o clássico Encontro das Águas dos rios Negro e Solimões, visitas a comunidades indígenas como a Desana, na reserva do Topé, e até um banho entre os simpáticos e curiosos botos rosados do Amazonas.


Comentários


Deixe um comentário




O comentário não representa a opinião da revista Host&Travel; a responsabilidade é do autor da mensagem